terça-feira, fevereiro 10, 2009

Breast is Best


Este post é para uma amiga.É difícil amamentar. Embora seja um processo natural. Embora pareça fácil. Embora ames o teu filho mais que tudo no mundo.
O que temos de saber é: queremos ou não amamentar?
Se queremos a regra numero um é fazer ouvidos moucos aos comentários das mães, sogras, amigas... Segue o teu coração. Segue o que sabes é melhor para ti e para o bebé.
Perguntas-me como fazer para ter mais leite. Nada.
Não faças nada.
Deixa que o bebé quando tem fome pede. E tu dás. Não esperes não sei quantas horas. A OMS saúde diz que o teu bebé deve mamar quando tem fome. Tu comes quando tens fome.
A tua mãe, sogra, marido e amigas todas, não ficam á espera da hora em que a enfermeira te mandou comer. Vais comer uma sandes, uma peça de fruta. Se tens sede? Não vais beber um copo de água?
Truques para ter leite bom: comer bem. Hidratos de carbono. Massa e pão e cereias. Comer alimentos variados e saudáveis. Apetece-te um doce, come. Apetece-te uma laranja? Come!
Não é preciso beber água demais!
Truques para ter mais leite: estás muito cansada? Descansa.
Truques para ter leite: não dar mais nada.
O teu corpo produz leite. O leite não se acaba. Quando o bebé mama, o teu peito enche novamente. Quanto mais mama mais leite tens.
Consegues fazê-lo. Se quiseres, consegues. Porquê? Proque fazemos isto há milhares de anos. Porque o nosso leite é tão bom, que alguém se lembrou de fazer uma imitação rasca e chamá-la suplemento, que é caro, e que nós vamos comprar para dar um a fingir, quando temos o original, de graça, já aquecido e prontinho...
Somos capazes. Mães famintas, subnutridas em países cheios de dificuldades e fome a sério dão do seu leite aos seus filhos e eles crescem e o leite delas cresce dentro delas.
Elas são capazes.
E tu tens de dizer que também és. Tens de acreditar nisso. Tens de ser mãe e deixar que os outros todos te façam pensar ou sentir que és menos mãe. Tu és a mãe. E dás leite. Leite bom. Leite que chegue.
Acreditas?
Eu acredito.

3 comentários:

Flávia Leitão disse...

De todos os blogues que tenho acompanhado de mães às voltas com esta questão da amamentação, depois das aulas de PPP sobre o mesmo assunto, este post é de longe o mais humanista de todos!
Estou de 35 semanas, e gostava de amamentar. Por várias razões, a saúde do meu bebé, a minha saúde, a questão práctica, entre outras... Mas depois chegam as dúvidas, terei leite, serei capaz???
O maior receio é que tenho doença da Crohn, que estacionou durante a gravidez, e tenho medo que volte e estrague todas as minha intenções de amamentar!
Mas depois de ler este post, fiquei decidida, vou tentar...com todo o meu amor!!!

papel químico disse...

infelizmente esbarrei com todas essas dificuldades há sete anos quando tive o meu primeiro filho. ele chorava muito e as mães e as tias insistiam que o meu leite "não devia ser bom". foi muito difícil contrariar a pressão para deixar de amamentar (o sentimento de culpa - "e se elas têm razão...?"). consegui e hoje tenho uma criança saudável e feliz com muitas horas de colo e de mama :) agora, com mais um bebé de um mês, sou muito mais assertiva quando me dizem coisas como "tens sorte, eu não tive leite suficiente" ou "o meu leite não é bom". é que, graças à persistência, o meu bebé aumentou quase dois quilos em três semanas e cresceu seis centímetros!

cris ferreiro disse...

Passei horas de nervos com o meu primeiro filho. Também comecei a dar suplemento porque ele não aumentava o peso e quando acabava de mamar, chorava que nem um desalmado. Pensei muitas vezes em desistir e dar só o suplemento. Também ouvi a velha frase "o teu leite não presta" e sei que deixei essas pessoas de queixo caido quando uma vez lhes disse que amamentei o rapaz até um ano. O suplemento foi isso mesmo durante esse ano. Nunca deixei de amamentar. Minto: deixei durante uma semana pois tive de tomar antibiótico, mas tirei leite com a bomba para continuar a produzir. No fim dessa semana continuei. Com a Lara, a experiência já era outra e a malandreca mamou três vezes na primeiras 7 horas da vida dela. As enfermeiras ficaram pasmas. A garota ainda perdeu 200 grs mas saiu já com aumento de peso assim como os outros dois bébés do quarto. As senhoras estavam a amamentar pela 1ª vez mas acho que nos apoiámos umas às outras. É importante!... Em relação à Lara, faz amanhã 9 meses e ainda não sabe o que é suplemento. Claro que custa dar mama ás 2/3h da manhã mas dou e não vou nas tretas que os bébés com essa idade já devem dormir noites inteiras. Claro, que se ela dormir, o meu cérebro agradece imenso. Se isso não acontecer, paciência!...