quinta-feira, junho 29, 2006

Vencedores do concurso do "Pano para a praia"

Consulta no pediatra

Quando o meu filho Alexandre tinha 3 meses e meio fomos a mais uma
consulta de pediatria de
rotina.
O médico depois de nos pedir - aos pais - que lhe tírassemos toda a
roupa auscultou-o e
avaliou-o enquanto dizia convicto:
- Ele está óptimo! Ele está muito bem!E só a leite materno não é?! Está
muito desenvolvido desde
a última consulta!

E nós, pais, todos contentes e babados.
Afinal, embora não fosse novidade que ele estava saudável não há pai ou
mãe que não goste
de ouvir um elogio ao desenvolvimento do seu filho.

O mais caricato aconteceu de seguida.

O pediatra mediu e pesou o Alexandre,dirigiu-se à sua mesa, registou os
valores,
verificou as tabelas de percentis do boletim de saúde e ao fim de
poucos segundos exclamou:
- Mas este bebé não aumentou quase nada no último mês!

Ficámos estarrecidos enquanto ele continuava:
- Não pode ser, não pode ser! Ora coloquem-no novamente na balança!

Voltámos a despir o que já estava vestido e o nosso filhote que já
chorava, com certeza
achando aquilo tudo muito estranho, voltou a ir à balança e à fita
métrica.

Os valores eram os mesmos - baixos para a idade, segundo as ditas
tabelas de percentis.

E o médico continuava enquanto escrevia no boletim:
- Vai iniciar suplemento. Pode ser o S26 ou o H26,depois de cada mamada
ofereça-lhe
quantidade suficiente até ele recusar e a partir de agora temos de
controlar o peso
semanalmente.

E nós, pais, completamente boquiabertos.
- Então ainda há pouco o doutor confirmou que estava tudo bem e agora
as tabelas dizem o contrário?
- Mas quem é aqui o médico? Será que para a próxima devemos marcar
consulta com as doutoras tabelas?
- É que se isto é só pesar e medir e confirmar nas tabelas isso fazemos
em casa!

Isto foi o que pensámos e não dissemos. Fizemos bem? Fizemos mal? O
certo é que nunca mais
lá pusemos os pés e fomos procurar outro médico mais consciente das
suas capacidades e
menos crente em tabelas desactualizadas há anos!

Lídia e Paulo - Pais do Alexandre, amamentado em exclusivo até aos 7
meses e utilizador do pano desde 1 mês e meio.

4 comentários:

Abelhita Maia disse...

Muitos parabéns aos vencedores do concurso!

Silvia disse...

Olá...cheguei aqui após uma visita q me fizeste e achei lindo. Mas fiquei c uma duvida: qual a diferença entre usar um pano e um marsupio q se vende nas lojas? e q tenho um da babybjorn e gostava de saber mais sobre esta matéria.

Silvia disse...

olá zelia...envia para silvialexandrino@gmail.com. jokas

Soph disse...

Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!

Linda história!!!!

Ehehehe

Mas que bela comédia!!!

;)